DISFORIA DO GÉNERO espaço não oficial

13
Jul 08

Conceituação do Problema:
O que são as GID`s

 

GID`s são, segundo o CID-10 da OMS, transtornos que estão catalogados sob a rubrica F.64, incluindo:

 

F.64.0 e F.64.2........ Transexualismo;

F.64.1...................... Transformismo;

F.64.8...................... Travestismo & outros (GIDNOS).

 

Sendo assim as GID`s não são uma mera condição social ou existencial, mas um problema de saúde, que precisa de cuidados de saúde para seu diagnóstico, tratamento e cura (GIDNOS significa Gender Identity Disorder Not Specified)

 

Assim consideradas, as GID`s e GIDNOS são problemas médicos (não necessariamente doenças mentais), que derivam basicamente de duas situações:
 
Problemas na formação congênita dos fetos e/ou Transtornos de estresse pós traumático (PTSD) intenso e precoce, principalmente devido a rejeição materna e/ou abuso e violência paterna.
 
Assim sendo, toda criança, jovem ou adulto com uma GID de qualquer tipo, é vítima, ou da natureza, ou da família e da sociedade.
publicado por UNO às 00:36

 Conceituação do Problema :

O que as GID não são

 

GID`s não são uma opção ou mesmo uma questão de gosto ou uma mera condição peculiar;

 

 
GID`s não são um tipo de orientação sexual, muito menos deriva de uma condição homossexual;
 
GID`s não são fruto necessariamente de uma doença mental como fuga da realidade;
 
GID`s não são fruto de decaimento moral
 
Ao contrário da Orientação Sexual homossexual, que diz respeito à relação entre pessoas, as GID`s dizem respeito à relação do ser consigo mesmo. GID é uma questão de harmonia ou discordância interna, ao passo que homossexualidade diz respeito ao ser e ao outro.
 
Assim sendo, muitas pessoas com GID podem vir a ter uma orientação hetero, homo, bissexual ou mesmo assexual.
 
A confusão sistemática entre fenômenos tão diversos em sua ontologia, promove a confusão e prejudica todos os grupos interessados, tanto GLBS como de portadores de GID`s, pois isolados eles fazem sentido, mas confundidos ambos se tornam caricatos.
 
Por outro lado, GID`s independem da vontade e da condição religiosa ou moral da pessoa. Existem canalhas que não são GID`s, e existem pessoas dignas que têm um transtorno de identidade de gênero.
 
Também não é um gostar de ser... ninguém gosta de ter problemas e ser discriminado, e sofrer;
 
Também não é uma fuga da realidade... o GID foge da realidade pré estabelecida pela família e pela sociedade para ele... mas essa realidade pré-estabelecida muitas vezes foge da realidade...
 
Testes e resultados psiquiátricos sistematicamente demonstram os GID serem pessoas equilibradas e raramente apresentam sinais de problemas graves.

 

publicado por UNO às 00:21

 Transtornos de Identidade de Gênero (GID)

 

Coração (cérebro, identidade) de homem, ou um homem FtM que se sente num corpo estranho? Qual é o parâmetro que define o sexo, o genital ou o coração/ cérebro/ identidade?

Onde se esconde em nós nossa Identidade?

 

Ela estará no nosso pé esquerdo? Se perdermos um pé, perderemos nossa identidade?

Ou estará em nosso nariz? Ou numa das orelhas? Se perdermos uma dessas partes, perderemos nossa identidade?
Ou estará entre nossas pernas? Se perdermos o que temos entre as pernas, perderemos nossa identidade?
Não.
Nossa identidade, de uma forma estranha e desconhecida, se encontra em nosso cérebro. O cérebro, em contato com o corpo e com o meio ambiente, constrói nosso eu e nossa identidade. Mas onde no cérebro?

 

Antonio Damásio, neurobiólogo, verificou experimentalmente que, mesmo perdendo a quase totalidade de nosso cérebro, ainda não perdemos completamente nossa identidade. Se perdermos parte de nosso cérebro, nossa identidade será arranhada.... poderemos ter uma amnésia... não sabemos mais nosso nome, emprego.... não reconhecemos mais nossa família, nem nós mesmos no espelho... mas nunca nos esquecemos que somos homens ou mulheres... ou seja, mesmo que se danifique partes essenciais de nosso cérebro, não perdemos nossa identidade de gênero.
Onde está então nossa identidade de gênero em nós?
Existem sistemas basais em regiões subcorticais, como hipotálamo, estria terminalis e amygdalas, que se lesionadas, nós falecemos... controlam partes basicas de nossa vida. Sem elas, perdemos nossa identidade... e nossa vida.
Hoje sabemos que esses sistemas basais são gênero diferenciados, e são importantes para a definição do gênero de nossa identidade.

 

publicado por UNO às 00:00

12
Jul 08

Transtornos de Identidade de Genero (GID)

Desenvolvido por Gendercare Gender Clinic

Copyright Gendercare(2001-2005)

Dra.Torres,MS,PhD.

Membro da Harry Benjamin International Gender Dysphoria Association-HBIGDA

 

Esta apresentação sobre os Transtornos de Identidade de Gênero traz muitas conceituações inéditas no mundo sobre esses casos tão estranhos e pouco conhecidos;

Por isso representa um importante fato científico;

Ela se baseia em 4 anos de experiência na avaliação e tratamento de pacientes portadores de transtornos de identidade de gênero, desenvolvidos pela Gendercare Gender Clinic, sob a direção de Dra.Torres (2001/2005);

Ela também se baseia em trabalhos publicados por Torres & Jurberg, Scientia Sexualis da Universidade Gama Filho (2000/2001); outros publicados por Torres no GID Journal (2003/2004), e no livro “Meu Sexo Real”, de Martha Freitas, Editora Vozes (1998).

 

publicado por UNO às 23:42

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
Portal da ordem dos médicos
ARTIGO 55.º (Transsexualidade e manipulação genética) 1. É proibida a cirurgia para reatribuição do sexo em pessoas morfologicamente normais, salvo nos casos clínicos adequadamente diagnosticados como transexualismo ou disforia do género. (Redacção introduzida pelo Plenário dos Conselhos Regionais de 95.06.03) 2. É proibida a manipulação genética no Ser Humano.
blogs SAPO